Aluísio Mendes é “Persona nom grata” em Rosário, diz vereadores.

Vereadores Pedrosa Necó e Magno Nazar

Os
vereadores Magno Nazar (PRP) e Pedrosa Necó (PSB), usaram a tribuna da câmara
municipal de Rosário na sessão de segunda-feira (01), para detonar pra cima do
secretário de segurança pública do estado do Maranhão, Aluísio Mendes, por não
atender às solicitações de comparecer em audiências públicas na cidade de
Rosário, para tentar resolver problemas de segurança pública no município.
Recentemente,
a câmara havia marcado uma audiência para tratar sobre segurança pública, o que
não foi possível acontecer por falta de quorum. Ou seja, não compareceu
ninguém. Todos os convidados a participar da reunião não compareceram na câmara,
no último dia 27 de março, data da audiência pública.
A
falta de interesse das autoridades competentes para com a segurança pública na
cidade é lamentável.
O
vereador Magno Nazar que teve, recentemente, a perda de um de seus entes
familiar na semana passada por brutal execução, aproveitou a oportunidade para
agradecer aos vereadores, amigos e sociedade, pela solidariedade recebida
nesses dias, por ter pedido tão brutalmente, seu irmão. E também, usou a
tribuna para lamentar o alto índice de insegurança que vive a população
rosariense. Ele disse que nos últimos dois anos, o índice de violência teve um
acréscimo de 50% na cidade de Rosário, Segundo ele, desde que a refinaria
chegou à região.
Já,
o vereador Pedrosa Necó foi muito mais fundo. Ele desceu o “cacete”,
literalmente, no Secretário de Segurança Pública do Maranhão, Aluísio Mendes,
que não tem cumprido seu papel como deveria. Para Necó, além de o secretário
ser natural do estado de Pernambuco, ele ainda desrespeita o poder legislativo
rosariense, quando não atende às solicitações feitas pelo povo através dos
vereadores de comparecer na cidade para resolver os problemas da área de
segurança pública. Segundo Necó, todas as vezes que o secretário Aluísio é
convocado para participar de qualquer reunião em Rosário, ele nunca comparece,
e nem tão pouco, manda representantes. Pior, nem responde aos ofícios.
O
Maranhão, recentemente, realizou seletivos para a segurança pública do estado e,
segundo informações, a regional de Rosário receberá um contingente de 20
(vinte) novos Policiais Militar. Para o vereador isso não passa de mais um
“MIGUÉ” do secretário Aluísio.
Ao
final de seu discurso, o vereador Pedrosa classificou Aluísio Mendes de “Persona
non grata
” (titulo de atribuição dado a uma pessoa que não é bem vinda,
ou não agradável em determinado lugar, é um
termo utilizado em diplomacia com um significado especializado e judicialmente
definido). O parlamentar deverá colocar em pauta uma monção de repúdio
contra o secretário de estado.
Observação: A
câmara municipal de Rosário redigirá a indicação e deverá re-re-reinviá-la para
o secretário de segurança pública, Aluísio Mendes, convocando-o para uma nova
audiência púbica que deve acontecer no dia 26 de abril.

Deixe uma resposta