Deputados são barrados de entrar no canteiro de obras da Refinaria, em Bacabeira

Os deputados Bira do Pindaré (PT), Cleide Coutinho (PSB), Marcelo
Tavares (PSB), Eliziane Gama (PPS), Rubens Pereira Júnior (PC do B) e Othelino
Neto (PPS) visitaram as obras da Refinaria Premium I da Petrobrás, em
Bacabeira, na tarde desta terça-feira (19).
A visita foi motivada por uma denúncia do
deputado César Pires (DEM), líder do governo na Assembleia Legislativa. O
parlamentar afirmou que a Refinaria teria sido abandonada e se transformara em
um “esqueleto desidratado”.
A vistoria foi aprovada no âmbito da
Comissão de Assuntos Econômicos, por um requerimento do deputado Bira do
Pindaré. Na tarde desta terça-feira, os parlamentares foram impedidos de
adentrar no canteiro de obras, pois nenhuma pessoa da Petrobras se
disponibilizou a permitir a entrada e/ou repassar informações oficiais.
O deputado Bira do Pindaré entrou em contato,
por telefone, com o gerente de Relações Institucionais da Petrobras Rogério
Ferreira e soube, oficialmente, que a obra está parada e os alojamentos estão
sendo retirados. O gerente justificou a paralisação das obras devido ao período
chuvoso no Maranhão.
Já com a informação oficial da paralisação das obras, o deputado
Bira propôs a realização de uma audiência com os diretores da Petrobras, na
Assembleia Legislativa. Posteriormente, os deputados seguiram para a Igreja
Católica da cidade de Bacabeira, onde estava acontecendo uma audiência pública
com os moradores do povoado Santa Quitéria (localizado em frente ao canteiro de
obras da Refinaria).
Na oportunidade, o deputado Bira
repassou para os moradores do povoado, que sofrem com ameaças de despejos, a
informação da paralisação das obras da Refinaria. Ele garantiu a apresentação
de um requerimento convocando o diretor do Iterma para dar explicações sobre o
georeferenciamento da área do povoado – um dos principais problemas dos
moradores.

Deixe uma resposta