Globo trabalha para ter música gospel em trilha sonora de novelas

De acordo
com o jornalista Ricardo Feltrin, da Folha de São Paulo, todas as novelas que a
Globo produzir terão canções evangélicas como trilha sonora.
A decisão da emissora acontece em momento bem oportuno, uma vez
que a empresa tenta se aproximar do público evangélico com a criação do
Festival Promessas, Troféu Promessas e da própria Feira Internacional Cristã (FIC) que está acontecendo
em São Paulo.
Essa ligação positiva entre as novelas e os evangélicos está
sendo feita já em Amor à Vida, a personagem Valdirene, vivida por Tatá Werneck,
vai se converter e deixar sua vida de “periguete”.
Em outras novelas os personagens evangélicos que foram criados
geraram muitas críticas como no caso de “Avenida Brasil” que a personagem
Dolores vivia uma vida dupla. Mesmo sendo evangélica ela ainda se comportava
como a stripper Soninha Catatau.

O colunista do F5 comenta que enquanto a Globo está interessada
neste público, o bispo
Edir Macedo
, dono da Rede Record, está cada vez mais distante do
segmento. Feltrin afirma que o fundador da Igreja Universal do Reino de Deus pediu para que os bispos “se livrem”
da gravadora Line Records e também da editora que eles mantinham.

Deixe uma resposta