Problemática na saúde de Rosário vira discurso até na Câmara de Santa Rita

Pelo jeito a situação da
saúde na cidade de Rosário virou motivo de discursos até em câmaras de
vereadores de outros municípios. Aparentemente, uma coisa nada tem haver com a
outra, porém o motivo é outro.
Em Santa Rita, por exemplo,
a sessão desta sexta-feira, 12, a cidade de Rosário foi assunto entre os
discursos de alguns parlamentares daquele poder. O vereador Bedeu (PDT), abriu
o leque de discussões sobre o problema da saúde no município de Rosário. Bedeu
comentou a fala do parlamentar rosariense, vereador Sandro Marinho (PSD), que havia
dito na tribuna da última sessão do dia (08) em Rosário, que cidade era um
bairro de Santa Rita, por que a segunda é quem atende a população da primeira
na área de saúde pública. Para Bedeu isso é gratificante, por que prova que a
saúde em Santa Rita está funcionando. Porém, o problema da saúde em Rosário
está sobrecarregando a cidade de Santa Rita, já que toda cidade do Brasil
recebe verbas para o atendimento à saúde. “
que o dinheiro da saúde de Rosário cai na mesma mão, por que a prefeita Irlahi
não resolve o problema, pra aliviar a demanda de pacientes de Rosário no
hospital de Santa Rita
”? Indagou Bedeu.
Ao final de seu
pronunciamento, o vereador Bedeu ainda brincou ao usar a frase que virou marca
registrada do vereador rosariense, Jorge do Bingo (PTdoB): “E aí, o quê que tu
me dizes, hein”? Brincou.
O vereador Antonio Carlos,
Cacá (PCdoB), também usou a tribuna da câmara, para comentar o discurso do
colega de parlamento, e disse que é uma satisfação que Santa Rita ajude os
municípios vizinhos, mas existe uma sobrecarga nas finanças da cidade. Ele
disse que todo município tem seu orçamento, e se somente Santa Rita atender a
todos, a população santarritense não terá o atendimento devido, visto que o
orçamento é para atender os anseios da cidade.
Se a moda pega…

Deixe uma resposta