Projeto autoriza prefeitura de Rosário a conceder repasse à APAE.

A Câmara Municipal da Cidade
de Rosário elaborou um Projeto de Lei que autoriza o poder executivo a conceder
repasse de subvenção à Associação de Pais e Amigos Excepcionais (APAE), no
âmbito do município.
O PL 004/2013, visa
fortalecer os projetos de educação especial e inclusão social de pessoas
portadoras de necessidades especiais da cidade. O valor da subvenção será de R$
10.000,00 (DEZ MIL REAIS), mensais para o exercício de 2013 e deverá ser pago
com recursos destinados ao apoio à educação especial.
A matéria de cunho do poder
legislativo municipal vislumbra o repasse financeiro à APAE, de modo a auxiliar,
financeiramente, nos relevantes trabalhos desenvolvidos pela entidade na
comunidade no atendimento às pessoas portadoras de necessidades especiais.
O Projeto de Lei foi
aprovado por unanimidade na sessão da última segunda-feira (18), como matéria
de deliberação, deverá passar por assessoramento jurídico e tão logo, obter
sansão da prefeita Irlahi Linhares (PMDB), para cumprimento da mesma.
Durante a discussão da
matéria, o vereador Léo Cavalcante (PTB) disse que ficará muito feliz, depois
que a prefeita de Rosário atender ao projeto de lei em benefício da APAE. Ele
disse ainda, que depois de sua visita à entidade onde foi constatado o descaso,
é que a câmara tomou a iniciativa de intermediar a ajuda ao órgão. Léo
completou dizendo que os 10 mil reais enviados a APAE, minimizarão os problemas
que a entidade enfrenta, e que continuará a cobrar melhorias para essa
entidade, por que sabe de sua importância e por que trabalhou há alguns anos na
área social.
O líder do governo na
câmara, vereador Pedrosa Filho Necó (PSB), disse que se sente feliz com a
sensibilidade da casa legislativa em ajudar a APAE, e que a mesma necessita da
sensibilidade da sociedade, por que tem contribuído com a cidade e a
comunidade. “Desta forma, o instrumento
(projeto) garante o direito à entidade APAE de Rosário, em ser ajudada pela
prefeitura. É uma simples recompensa por ter prestado serviços relevantes à
sociedade
”. Disse!
No final de seu discurso,
Necó afirmou que os 10 mil servirão apenas para cobrir despesas com
alimentação, materiais de limpeza, higiene e o que provier.

Deixe uma resposta