ROSÁRIO: Moção de Repúdio contra a PEC 37 é aprovada na câmara.

O
plenário da Câmara Municipal da cidade de Rosário aprovou, depois de muito embate,
a Moção de Repúdio proposta pela maioria dos vereadores contra a Proposta de
Emenda Constitucional – PEC 37, de autoria do deputado federal, Lourival Mendes
(PTdoB/MA).
A
PEC 37 está sendo analisada no Congresso Federal, já dispondo de diversas
manifestações contrárias a sua aprovação, feita pela sociedade e movimentos
ligados ao Ministério Público estadual e federal, Câmaras de vereadores de todo
o Brasil e diversos outros órgãos.
Na
sessão de ontem (29), a Moção foi colocada em pauta, discutida e aprovada pela
maioria do colegiado municipal, contando apenas com algumas abstenções e
reprovação de vereadores ligados ao governo municipal.
No
auge das discussões, o vereador Nazareno Barros (PTdoB), que é aliado político
do deputado Lourival Mendes, autor da PEC 37 e presidente regional do PTdoB,
disse que votaria contra a Moção, por que o deputado em questão, seria parceiro
do município de Rosário, havendo prometido à prefeita Irlahi Linhares (PMDB)
uma emenda parlamentar para a construção de 1.000 (Mil) casas populares e
alguns quilômetros de asfalto. Nazareno completou, dizendo, que não é a favor
da PEC e nem contra a Moção, mas é a favor do deputado.
Pedrosa
Necó (PSB), que se absteve de votar, defendeu o adiamento da votação, alegando
que a matéria fosse discutida amplamente com toda a sociedade, o MP e outras
entidades em uma audiência pública e não somente com o colegiado parlamentar. O
parlamentar Sandro Marinho (PSD) idealizador da proposta, defendeu a aprovação
da Moção de Repúdio, sem a realização de audiência pública, alegando que o
vereador é representante legal da constituinte da população de seu município.
Magno Nazar (PRP), por sua vez, disse que é a favor da proposição, muito
embora, tenha sido vítima de um equivoco do Ministério Público de Rosário.
Outros
vereadores ligados ao governo Municipal usaram a tribuna, para dizer que
voariam contrário a proposta de Moção, porém, também são contra a PEC 37. O que
não ficou claro.
O
presidente da casa, vereador Léo Cavalcante (PTB), disse não entender quando um
vereador diz que é contra a moção, do lado do MP e contra a PEC, se vota contra
o repúdio. Ele disse ainda, que cada legislador é livre para votar contra, a
favor ou abster-se de votar, além da liberdade que cada um tem de expressar
suas opiniões.
Vejam
como ficou a votação sobre a Moção de Repúdio contra a PEC 37 de autoria do
deputado maranhense, Lourival Mendes (PTdoB):
Vereadores que votaram favoráveis à
Moção:
Léo Cavalcante (PTB), Magno Nazar (PRP), Sandro Marinho
(PSD), Jorge do Bingo (PTdoB), Ademar do Sindicato (PRP), Luis Carlos – Kiko
(PP), Francimar Oliveira – Preto (PP) e Agenor Brandão (PV).
Vereadores que votaram contrário a
Moção:
Nazareno Barros (PTdoB)
Vereadores que se abstiveram de votar:
Pedrosa Necó (PSB), Carlos do Remédio (PTC) e Josias Santos (PMDB).
O
vereador Jardson Frazão (PP), não estava na sessão. Mas, provavelmente, seria
favorável a proposta.
Leia mais: aqui


Deixe uma resposta