Tio que degolou e arrancou a língua da sobrinha no J. Lima é preso

Foto/reprodução: Gazeta da Ilha
Presos
assassinos da garota Gabriele ocorrido na J. Lima na semana passada.
Paulo da Silva Soares é o nome do bandido cruel que matou a
própria sobrinha de 11 anos e ainda arrancou a língua da menor com uma faca, no
Residencial J. Lima, em Ribamar. Ele havia violentado a parente há alguns
meses.
Com receio de que a sobrinha contasse aos pais a violência de
que foi vítima, o bandido convidou um menor de 16 anos para o crime violento.
Na terça-feira, 25, Gabriele estava sentada em um sofá na sala
de sua residência descascando uma laranja. Inocente e indefesa, ainda olhou
quando o tio entrou acompanhando do adolescente, que lhe segurou pelos braços
enquanto o maníaco tomou-lhe a faca e cortou o pescoço.
Insatisfeito, o ordinário arrancou a língua da sobrinha e fugiu.
O crime deixou a cidade revoltada. Sem que ninguém soubesse do paradeiro ou a
identidade do homicida.
Mas na sexta-feira o cúmplice foi preso e a derrubou todo o
serviço, informando que ganhou R$ 1 mil pela participação.

Na madrugada de sábado o bandido foi localizado e preso pela
polícia. Paulo da Silva Soares já foi reconduzido para o complexo presidiário
de Pedrinhas, de onde não deveria sair nunca mais. Mas infelizmente bandidos
cruéis não costumam mofar na cadeia.

Deixe uma resposta