41 prefeituras estavam envolvidas no esquema de agiotagem, que faturava quase R$ 2 milhões mensais

A Superintendência estadual de
Investigações Criminais _ SEIC – em levantamento realizado sobre as operações
de agiotagem pelo empresário Gláucio Alencar, preso acusado de ser um dos
mandantes do assassinato do jornalista Décio Sá, apurou que 41 prefeituras
estiveram envolvidas no esquema.
O agiota emprestava dinheiro que variava entre R$ 100 mil a R$
500 mil e os prefeitos que tomavam o dinheiro emprestado nunca conseguiam pagar
as contas. Além disso, o empresário ficava como fornecedor de merenda escolar de
péssima qualidade e medicamentos e material hospitalar por mais de dois anos.
Em matéria divulgada hoje pela TV Mirante hoje, o repórter Alex
Barbosa mostrou como a operação se desenvolvia e as 41 prefeituras que tinham
negócios com o agiota, que tinha um patrimônio de R$ 20 milhões e faturava todo
mês R$ 1,717 milhão.
Abaixo a relação das prefeituras:
(Fonte: Imirante)

Deixe uma resposta