Kiko e Anselmo Bruno devem disputar a presidência da Câmara de Rosário

catsJá é grande a movimentação dos vereadores eleitos Luís Carlos, o Kiko (PMDB) e Anselmo Bruno (PHS) em busca da eleição a presidente da Câmara Municipal de Rosário, para o próximo biênio 2017/2018.

Até agora apenas os dois parlamentares se mostraram interessados em disputar o comando da mesa diretora rosariense, não obstante que outros nomes ainda possam surpreender daqui até dia primeiro de janeiro de 2017, data em que acontece a posse e a eleição da mesa diretora.

Anselmo Bruno tem na bagagem a experiência do parlamento, já que foi vereador da cidade no início do novo milênio, em 2000, além de exercer um cargo de secretário adjunto de Ação Social durante os primeiros quatro anos de gestão da prefeita Irlahi Linhares (PMDB), quando ainda comandava o PSDB rosariense.

Kiko, por sua vez, é vereador de mandato atual até 31 de dezembro. Ele leva certa vantagem do oponente por que pertence ao mesmo partido da prefeita reeleita Irlahi Linhares, o PMDB, e possui ligações com os vereadores reeleitos Agenor Brandão (PRB), Jardson Rocha (PPS), Sandro Marinho (PSD), Carlos do Remédio (PCdoB), Pedrosa Necó (PMDB) e Ademar do Sindicato (PSDB).

No entanto, é claro que cada parlamentar tem sua linha de pensamento distinta e poder de decisão na hora de escolher o melhor nome para dirigir o parlamento, haja vista que o legislativo é um poder sério e com grandes responsabilidades.

É provável que o nome do recém-eleito Jonas Magno (PDT) possa surgir como opção de terceira, muito embora não tenha sido, sequer, cogitada a possibilidade nem por ele e nem pelo seu partido, o PDT, que tem como companheiro o veterano vereador Sandro Marinho. O jovem tem intenções de disputar a prefeitura de Rosário em 2020 e, para isso, precisa se viabilizar na Câmara.

Anselmo Bruno confirmou ao Blog Jefferson Calvet que está se articulando para brigar pelo comando da mesa diretora de Rosário, e que já iniciou conversas com os parlamentares no sentido de chegar a um consenso para a formalização da chapa.

Apesar de não ter sido comunicado oficialmente pelo vereador Kiko, mas recebeu informações de alguns vereadores que afirmaram a intenção do peemedebista em disputar a cadeira de presidente.

Resta saber se os planos serão consolidados até dia 1° de janeiro de 2017…

Deixe uma resposta