O sempre debochado Márcio Jerry

capture-20161122-083430Como sempre o secretário de Articulação Política do governo Flávio Dino (PCdoB), o comunista Márcio Jerry se comporta de maneira debochada nas redes sociais. Desta vez, Jerry desdenhou da PEC que pretende pôr um fim ao direito a reeleição de presidentes, governadores e prefeitos já a partir de 2018.

Em seu Twitter, Jerry usou a seguinte expressão para desdenhar da proposta do congresso nacional: – A oposição se excita com uma ilusão: o fim da reeleição atingindo os já eleitos. Tá ‘Serto’… Um gesto de puro desdenho.

Flávio Dino, Márcio Jerry e sua turma acreditam que, se aprovada e promulgada, a proposta de emenda à constituição não proibirá que ele se candidate novamente ao cargo de governador em 2018. No entanto, eles esquecem que o plano de mais da metade dos senadores é justamente barrar a reeleição já a partir de 2018, temendo uma possível candidatura à reeleição do atual presidente Michel Temer (PMDB) que, caso ocorra, coloca em risco o projeto do PSDB de voltar à presidência da república.

O senador Aécio Neves (PSDB), principal articulador para a aprovação da PEC, já conta com o apoio de pelo menos metade do Senado, e trabalha para que o texto deixe claro que os eleitos em 2014 já não poderão disputar novo mandato em 2018.

Isso afetaria diretamente o governador Flávio Dino, que será pego sem nenhuma estratégia preparada. RELEMBRE POR QUE

A PEC-113A, que tramita no Senado, prevê, sim, o fim da reeleição para presidente, governadores e prefeitos. A proposta já tem até data para ser promulgada: 16 de dezembro.

E Márcio Jerry, em vez de debochar no Twitter, deveria se preocupar em providenciar um candidato ‘stand by’, caso Dino seja impossibilitado em 2018.  

Deixe uma resposta