ROSÁRIO – Sem clima para permanecer com Willame, PT, PDT e SDD planejam lançar a 4ª

20160516_191318A coisa fiou mesmo séria entre os membros do PT, do PDT e do Solidariedade com a escolha do ex-vereador Hamilton Misteira (PSD) para vice na futura chapa encabeçada pelo pré-candidato a prefeito de Rosário, Willame Anceles (PCdoB).

O blog já havia publicado matéria revelando a insatisfação das três legendas com o Willame por ter escolhido Misteira ao invés de discutir, dentro do grupo, o melhor nome para o posto. A escolha foi anunciada em reunião realizada na última sexta-feira (13), no bairro Vale.

_________________ Leia mais

– Segundo emissário, Irlahi festeja escolha de Misteira como vice de Willame

– Como o blog havia antecipado, Misteira será vice de Willame Anceles

– Escolha por Misteira pode afastar PT, PDT e SD do grupo de Willame em Rosário

– Não tem como esconder, Misteira será o vice de Willame Anceles

– Escolha por Misteira pode afastar PT, PDT e SD do grupo de Willame em Rosário

Na noite desta segunda-feira, 16, membros dos três partidos, acompanhados do vereador Sandro Marinho (PDT), se reunirão na sede da Colônia de Pescadores com pouco mais de 130 moradores do povoado São João do Rosário, zona rural de Rosário, para anunciar à comunidade o fato ocorrido dentro do grupo em que fazem ou faziam parte.

20160516_191349Neste encontro que, segundo eles foi o primeiro, dirigentes do PT, PDT e SD externaram publicamente sua revolta em relação à escolha classificada de ‘precoce e extemporânea’ de Willame por Misteira, levando em desconsideração as três legendas que também trabalhavam um nome para o mesmo posto.

Diante do exposto, ficou claro que o destino dos partidos ainda é inserto, mas com grande possibilidade de lançamento de uma quarta via alternativa para o pleito deste ano na cidade, com Rosa do Sindicato (PT) encabeçando a chapa, com o apoio do PDT e Solidariedade.

A princípio a reunião seria para discutir com a comunidade sobre o cenário político atual da cidade de Rosário. No entanto, no decorrer das falas, foram expressadas as revoltas pela desconsideração dentro do grupo. Rosa disse que pretende abrir um diálogo para um novo passo que os partidos poderão seguir daqui pra frente após o descontentamento com o pré-candidato Anceles.

20160516_191824Segundo informações, o plano dos três partidos seria trabalhar a indicação de Rosa para a vice de Willame, já que ela tem raízes no povoado de SJR. Porém, segundo eles, esse tratado foi quebrado sem ao menos serem consultados.

– “Nós fomos atropelados por um sistema de imposição, por pessoas que desrespeitaram nossos partidos. Hoje o entendimento é trabalhar nova composição ou a 4ª via”. Disse

Os membros do PDT foram a grande maioria da reunião, e disseram que não concordam com a forma como o processo foi tratado tão antecipadamente, a ponto de pôr em risco todo um projeto de anos. Cardoso, que é presidente municipal do PDT, disse que o vice deveria ser uma pessoa com a cara do povão e da zona rural.

– “Nós queremos um vice que seja popular, que seja humilde e que converse com as pessoas. Alguém aqui conhece esse tal de Misteira?” completou, indignado com a situação.

Odilon Silva, do Solidariedade, disse em alto e bom tom que não há possibilidades de o seu partido caminhar com o projeto nestas condições, onde já virou um jogo de cartas marcadas sem diálogo e quebra de acordos políticos. Ao final da fala, Odilon disse que não aceitará que pessoas expurgadas da política voltem a ocupar cargos públicos novamente. Uma indireta ao ex-vereador Misteira.

Durante a reunião, os dirigentes partidários entregaram um manifesto em repúdio ao descumprimento do acordo feito anteriormente com o PDT, e também pela escolha de Misteira.

Pelo jeito a coisa ficou séria e com grande possibilidade de rompimento definitivo, já que não existe mais clima político para permanecer no grupo que estavam.

Segue abaixo o manifesto assinado pelos presidentes do PT, PDT e Solidariedade.

manifesto

Deixe uma resposta